quarta-feira, 1 de abril de 2015

MEDO DE DENTISTA


Medo é uma sensação que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente.

Muitos pacientes tem medo de ir ao dentista, e os motivos são diversos, mas o mais comum é a pessoa sentir medo do desconhecido, ou seja não existe "uma causa", e sim vários medos. Veja os mais citados:

Medo do 'motorzinho'
O 'motorzinho' de dentista emite um ruído não muito agradável. eu admito, porém ele é necessário para fazer o desgaste do dente e remover cárie. O calor que a broca pode gerar ou a proximidade da polpa dental podem gerar dor (aquele choquinho). É muito importante informar esse medo ao dentista e verificar a possiblilidade de anestesiar para evitar esse incômodo.



Medo da Agulha!

C@$$#T& de Agulha 
Um medo sem motivos na Odontologia, primeiro, porque a agulha serve para anestesiar, ou seja, depois de injetar o anestésico, a pessoa não deverá sentir dor.
Segundo, a agulha usada na anestesia é muito menor do que a usada para injeção de medicamentos e muuuito menor que a usada para doar sangue. E terceiro: existem pomadas anestésicas que são utilizadas para que o paciente não sinta nem o incômodo da puntura da agulha. 

Isso não é injeção! 
Essa é uma seringa de ácido fosfórico usado para 'limpeza' do dente antes da aplicação de resinas. Essa ponta é romba e não perfura, assim como outras seringas que os dentistas usam apenas para irrigação. 

Medo de Doer

Algumas pessoas só procuram o dentista quando já estão com dor de dente e por isso chegam com medo de sentir dor.
É importante lembrar que o profissional terá como objetivo o contrário, ou seja, livrar o paciente da dor. Esse processo nem sempre vai ser totalmente indolor dependendo da gravidade do seu problema, mas passar por um pequeno desconforto com certeza será melhor do que passar noites em claro se auto-medicando sem solucionar o problema, ou até piorando.

O mais importante é desmistificar esses medos para que parem de ser propagados por aí.
Se você já passou por alguma experiência ruim no dentista, tente ver essa experiência como uma etapa difícil no tratamento, e não fique sempre pensando no pior. Seja otimista. Parece bobagem, mas pessoas tensas parecem sofrer mais do que as que conseguem relaxar. 
É muito comum esse medo ser passado dos pais para os filhos, pois a criança que nunca foi ao dentista só terá medo do que ela ouve as outras pessoas comentarem, eu já presenciei uma mãe ameaçando o filho dizendo que se ele não se comportasse a doutora iria dar uma injeção na boca dele. Isso é muito perigoso, pois além de poder causar um trauma, faz com que a criança que precisa de tratamento pense que está sendo castigada.

Existem níveis de medo que podem ir desde um receio até pavor e ansiedade elevada que deverá ser tratada dependendo do caso com medicações calmantes para que o paciente consiga relaxar e aceitar o tratamento.

Sempre digo aos meus pacientes: Não tenha medo. Cuide bem de seus dentes, faça consultas preventivas e confie no seu cirurgião dentista, e dificilmente você terá motivos pra sentir medo.





http://mudandoparamelhor.spaceblog.com.br/2061349/Medo-de-ir-ao-dentista/

http://chupacast.com.br/abib-tem-medo-de-agulha/#.VRyBQY7F-AU

http://www.maquira.com.br/ver_produto.php?id=acido_gel_37%_fosforico.!158


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente Aqui

Veja também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilhe

Anunciante